Conferência Humanitária Mundial deve se tornar numa Conferência de Ação
BR

22 maio 2016

Vice-chefe das Nações Unidas, Jan Eliasson, afirmou que há grande necessidade da comunidade internacional mostrar solidariedade; ele disse que "há muito sofrimento no mundo hoje".

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O vice-secretário-geral da ONU, Jan Eliasson, afirmou que a Conferência Humanitária Mundial que começa esta segunda-feira em Istambul, Turquia, "deve se tornar em uma Conferência de Ação".

Falando a jornalistas, este domingo na capital turca, Eliasson disse que "há muito sofrimento no mundo hoje".

Solidariedade

O número 2 da ONU declarou que "há uma grande necessidade da comunidade internacional demonstrar solidariedade com as pessoas afetadas por desastres naturais ou causados pelo homem".

Segundo Eliasson, "a conferência é sobre as vítimas e como criar uma forma mais eficaz de ajudá-las".

O subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários, Stephen O'Brien, estava junto de Eliasson na entrevista coletiva.

Oportunidade

Ele disse que a "conferência é uma oportunidade única para avançar com uma agenda ambiciosa e de longo alcance para mudar a forma como a comunidade internacional alivia e previne o sofrimento das pessoas mais vulneráveis".

Há quatro anos, o secretário-geral da ONU Ban Ki-moon, pediu a realização da Conferência Humanitária. Desde então, 23 mil pessoas foram consultadas sobre o assunto em mais de 150 países.

O resultado dessas consultas foi a Agenda para a Humanidade, que serve como um guia para o encontro em Istambul.

Compromisso

O documento pede compromisso dos líderes mundiais em cinco responsabilidades centrais, que são: prevenir e evitar conflitos; respeitar as leis de guerra; não deixar ninguém para trás; trabalhar de forma diferente para acabar com todo o tipo de necessidade e, por último, investir na humanidade.

Mais de 125 chefes de Estado e de governo vão se juntar a representantes da ONU, do setor privado, acadêmicos e sociedade civil na conferência na Turquia.

Clique aqui para acompanhar todas as notícias sobre a Conferência Humanitária Mundial.

Leia Mais:

Crianças refugiadas têm mais chances de ficarem fora das escolas

"Humanidade é a única escolha" da comunidade internacional

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud