Trabalhadores humanitários sem acesso a todas as áreas sitiadas na Síria
BR

17 maio 2016

Enviado especial da ONU para Síria, Staffan de Mistura, alertou que 12 das 18 áreas sitiadas no país foram alcançadas; para ele, próximo desafio será abordar  questão de pessoas sequestradas e detidas.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, alertou nesta terça-feira que a ajuda humanitária ainda não está chegando a todas as pessoas no país.

Falando a jornalistas em Viena, onde se reuniu o Grupo Internacional de Apoio à Síria, Issg, ele afirmou que, nas últimas semanas, trabalhadores humanitários tiveram acesso a 12 das 18 áreas sitiadas no país.

Explorar Opções

O enviado especial defendeu a necessidade de “explorar todas as opções dentro da segurança” para chegar às pessoas que precisam, mencionando lançamento áereo da ajuda.

O porta-voz do secretário-geral da ONU, Stephane Dujarric, abordou o assunto na coletiva diária na sede da organização, em Nova York.

Próximos Desafios

Dujarric afirmou que, segundo o enviado especial, o próximo desafio será abordar a questão de pessoas sequestradas e detidas.

Staffan de Mistura mencionou ainda a necessidade de “manter o ritmo das conversas entre os sírios e enfatizou ser preciso o desenvolvimento confiável em relação à suspensão de hostilidades e uma melhoria confiável na questão humanitária”.

Determinação

Em Viena, o Grupo Internacional de Apoio à Síria reafirmou determinação para pôr um fim às hostilidades no país árabe.

O grupo inclui a ONU, a Liga Árabe, a União Europeia, a Organização de Cooperação Islâmica e mais 22 países, entre eles, Alemanha, Arábia Saudita, China, Egito, Estados Unidos, Irã, Jordânia, Reino Unido e Rússia.

No encontro, eles enfatizaram a importância do fim das hostilidades para diminuir a violência e salvar vidas.

Leia e Ouça:

Acnur conduz Tocha Olímpica como "gesto de solidariedade"com refugiados

Síria: primeiros dias de maio "decepcionantes" para ajuda humanitária

Ocha entregou ajuda humanitária a mais de 780 mil na Síria este ano 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud