ONU pede calma e diálogo após aprovação de impeachment no Brasil
BR

12 maio 2016

Porta-voz do secretário-geral Ban Ki-moon disse que o líder da ONU espera que as autoridades respeitem as instituições do país, durante encontro diário com correspondentes estrangeiros na sede da organização em Nova York.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas pediram “calma e diálogo” após a aprovação da abertura do processo de impeachment do mandato da presidente do Brasil, Dilma Rousseff, nesta quinta-feira.

A declaração foi dada pelo porta-voz do secretário-geral da ONU, Stephane Dujarric.

População

O porta-voz disse que Ban Ki-moon está acompanhando de perto a situação e pede calma e diálogo em todas as partes da população.

Ban também disse acreditar que as autoridades do país devem honrar os processos democráticos do país e se ater ao Estado de direito e à constituição.

Stephane Dujarric disse ainda que o secretário-geral é agradecido pela contribuição importante do Brasil ao trabalho das Nações Unidas.

O porta-voz de Ban Ki-moon fez a declaração durante o briefing diário a correspondentes estrangeiros na sede da ONU em Nova York, na tarde desta quinta-feira.

Votação Final

O processo da abertura de impeachement ao mandato da presidente Dilma Rousseff foi aprovado pelo Senado brasileiro na madrugada desta quinta-feira por 55 votos a favor e 22 contra.

De acordo com a mídia local, a presidente tem agora 180 dias para apresentar seus argumentos de defesa antes da votação final para decidir sobre o futuro do mandato assumido por Dilma Rousseff em janeiro de 2015 com duração de quatro anos.

O cargo deve ser ocupado pelo vice-presidente Michel Temer que passa a ser o presidente em exercício do país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud