OMS: sinais de esperança para diagnóstico de turberculose multiresistente
BR

12 maio 2016

Novas recomendações da agência apostam também em melhores resultados de tratamento da doença, que poderá ser feito na metade do tempo e custa 50% menos.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, anunciou novas recomendações para agilizar a detecção e o tratamento da tuberculose multiresistente a medicamentos.

Segundo a agência da ONU, este é um “passo fundamental” para combater o que chamou de uma “crise de saúde pública”. O diretor do Programa Global de Tuberculose, Mario Raviglione, disse que as novas medidas também vão reduzir o preço do tratamento.

Metade do tempo

O médico afirmou que em apenas um dia, a partir de agora, poderá ser diagnosticado o caso de multiresistência, levando o paciente a receber o tratamento adequado para o quadro específico de cada um.

A OMS divulgou que além de um diagnóstico mais direto, o tratamento contra a tuberculose multiresistente seria feito na metade do tempo atual e pela metade do preço.

Todos os anos, 500 mil pessoas adquirem esta forma de tuberculose e mais de 190 mil pacientes morrem da doença. Apenas 50% das vítimas da tuberculose resistente que recebem os cuidados conseguem ser curadas.

Parceiros

De acordo com a OMS, menos de 20% dos casos de tuberculose multiresistente estão sendo tratado da maneira correta.

A agência também está buscando parceiros para financiar a implementação dos novos testes nos países afetados pela doença, que existe em várias partes do mundo.

A forma resistente de tuberculose é transmitida pelo ar da mesma maneira que a tuberculose tratável.

A estratégia para eliminar a tuberculose foi adotada por unanimidade pelos países-membros e serve como guia para os países reduzirem a incidência de tuberculose em até 80% e as mortes pela doença até 90%, e eliminar os altos custos para os lares afetados pela tuberculose até 2030.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud