Enviado da ONU condena ataques “covardes” no Iraque
BR

11 maio 2016

Segundo agências de notícias, atentado em um movimentado mercado da cidade de Sadr teria deixado pelo menos 50 mortos; Para Jan Kubis, tais atos de “violência terrorista” são contra “todos os princípios de decência e humanidade”.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O representante especial do secretário-geral da ONU no Iraque, Jan Kubis, condenou de forma veemente o ataque com um carro bomba que ocorreu nesta quarta-feira em Sadr, em Bagdá.

O atentado, em um movimentado mercado, teria deixado pelo menos 50 mortos, segundo agências de notícias.

Covardia

Na segunda-feira, 9 de maio, um carro bomba que foi detonado perto de um restaurante na cidade de Baquba, também deixou um grande número de vítimas. 

Para Kubis, estes são “ataques terroristas covardes” a civis que não fizeram nada, além de viver suas vidas normais.

Humanidade

O representante especial da ONU afirmou ainda que tais atos de “violência terrorista” são “certamente contra todos os princípios de decência e humanidade” e devem ser condenados de forma veemente.

Kubis pediu às autoridades que façam todo o possível para levar os responsáveis à justiça. Ele também expressou condolências às famílias dos que morreram e desejou pronta recuperação aos feridos.

Leia e Ouça:

"Crise política profunda inundou Badgá e o Iraque"

"Humanidade é a única escolha" da comunidade internacional

ONU alerta sobre violência incessante no Iraque 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud