Secretário-geral renova apelo por ação global contra a mudança climática
BR

8 maio 2016

Nas Ilhas Seychelles, Ban Ki-moon destaca que conter o aquecimento global é questão de sobrevivência para Estados insulares em desenvolvimento; ele também chama a atenção para a importância de se acabar com o sofrimento humano.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

No último dia de sua visita às Ilhas Seychelles, o secretário-geral das Nações Unidas falou ao Parlamento Nacional neste domingo, destacando que o arquipélago serve como “lente de aumento” para problemas que várias nações poderão enfrentar.

Ban Ki-moon se referia aos efeitos da mudança climática, destacando que para os Estados insulares em desenvolvimento, agir em prol do clima e do desenvolvimento sustentável é questão de sobrevivência.

Desafios

Tempestades, erosão costeira e aumento do nível do mar são alguns dos impactos do aquecimento global. Nas Ilhas Seychelles, ele falou sobre os três desafios que a ONU está enfrentando: mudança climática, sustentabilidade global e alívio do sofrimento humano.

Ban Ki-moon lembrou que o total de pessoas que precisam atualmente de ajuda humanitária é sem precedentes: 125 milhões, o maior número desde a Segunda Guerra Mundial.

Por isso a Assembleia Geral fará uma conferência em 19 de setembro sobre como lidar com a onda de migrantes e refugiados. Mas antes, nos dias 23 e 24 de maio, ocorre a primeira Conferência Humanitária Mundial em Istambul, Turquia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud