Chefe da ONU pede mais apoio à agência para refugiados palestinos
BR

4 maio 2016

Unrwa está enfrentando um déficit de US$ 81 milhões, o equivalente a cerca de R$ 285 milhões; agência fornece serviços vitais de emergência e desenvolvimento a 5,2 milhões de refugiados palestinos em todo o Oriente Médio e opera 700 escolas, atendendo 500 mil crianças.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU fez um apelo a doadores nesta quarta-feira para que aumentem o apoio à Agência da ONU de Assistência a Refugiados Palestinos, Unrwa.

Para Ban Ki-moon, uma consequência de não financiar as atividade da agência seria o aumento do risco de extremismo, mais pobreza e uma região ainda mais dilacerada por conflito.

Déficit

A Unrwa está enfrentando um déficit de US$ 81 milhões, o equivalente a cerca de R$ 285 milhões.

A agência e seus 30 mil funcionários fornecem serviços vitais de emergência e desenvolvimento a 5,2 milhões de refugiados palestinos em todo o Oriente Médio e opera 700 escolas, atendendo 500 mil crianças.

Destino

Para o  chefe da ONU, as incertezas orçamentárias são uma distração que custa caro.

Em uma reunião especial sobre a sustentabilidade da agência, Ban ressaltou que “essas incertezas brincam com os destinos das pessoas que já vivem no limite e adicionam uma camada desnecessária de sofrimento e angústia”.

Sustentabilidade

O secretário-geral ressaltou que é preciso deixar a Unrwa numa posição sustentável.

Segundo Ban, em termos práticos, isto significa que os refugiados palestinos nunca tenham que questionar se as escolas da agência estarão abertas, se serviços médicos essenciais estarão disponíveis ou se haverá comida na mesa para o jantar.

Ban lembrou sua visita a Gaza após o fim do conflito de 2014 e disse ter visto pessoalmente como 252 escolas da Urnwa passaram de fornecer educação de qualidade a 240 mil crianças a oferecer abrigo a 300 mil deslocados no local.

A agência tem sido pioneira no fornecimento de educação em emergências, um tema central da Conferência Humanitária Mundial, que será realizada em Istambul, na Turquia, entre 23 e 24 de maio.

A Unrwa também tem desenvolvido técnicas inovadoras de ensino à distâncias para meninas e meninos refugiados palestinos.

Leia e Ouça:

Gaza sofre com proibição à importação de cimento

Refugiados enfrentam fome e desidratação em Yarmouk 

ONU faz apelo de US$ 200 milhões em prol dos refugiados palestinos 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud