Moçambique: ONU-Habitat abre centro comunitário para energia renovável

28 abril 2016

Instalação multifuncional localiza-se na Beira; entre as iniciativas do local estão um sistema de biogás para lixo humano e produção de energia solar; segundo agência, instalação vai beneficiar cerca de 500 famílias do bairro da Munhava e arredores.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Programa da ONU para os Assentamentos Humanos, ONU-Habitat, e o Conselho Municipal da Beira inauguraram nesta semana, o Centro Comunitário Multifuncional.

O objetivo é realizar projetos de energias renováveis no assentamento informal da Munhava, ao redor da segunda maior cidade de Moçambique.

Sistema de Biogás

A iniciativa de US$ 158 mil, que começou em 2013, foi resultado do co-financiamento da empresa alemã Basf e apoio da Agência Local para Desenvolvimento Económico de Sofala, Adel Sofala.

Segundo a agência da ONU, o centro comunitário é uma área de novos experimentos, produção e uso de várias formas de energia renovável. Entre as iniciativas, um sistema de biogás para lixo humano e produção de energia solar.

Energia Limpa

A meta do projeto é que os habitantes da Munhava tenham acesso à energia limpa, saneamento de melhor qualidade e água limpa.

Ao mesmo tempo, a iniciativa pretende fornecer oportunidades, particularmente para jovens e mulheres aprenderem, compartilharem experiências e criarem projetos ligados ao desenvolvimento de suas comunidades.

Comunidade

O centro será gerenciado por uma associação local composta por integrantes da comunidade, em sua maioria jovens e mulheres.

Estes estão a ser treinados em questões relacionadas à produção de energia renovável, meio ambiente e gestão de pequenos negócios.

Segundo o ONU-Habitat, a instalação vai beneficiar cerca de 500 famílias da Munhava e arredores.

O envolvimento da agência da ONU na Beira e outras cidades do país está centrado principalmente em quatro pilares estratégicos: crescimento económico, governanção e gestão urbana, desenvolvimento urbano e habitação.

Leia e Oiça:

"Explosão" de habitantes nas cidades exige melhorias no setor de saúde 

ONU-Habitat apoia análise do planeamento para cidades de Moçambique 

Angola: ONU-Habitat sugere solução de moradia para os musseques 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud