Combate ao extremismo: Ban volta a alertar sobre perigo de estereótipos
BR

26 abril 2016

Mensagem do secretário-geral da ONU é exibida na abertura do Fórum da Aliança das Civilizações; Ban Ki-moon lembra que “divisão e exclusão só funcionam bem nas mãos dos extremistas”.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Começou esta terça-feira o 7° Fórum Global da Aliança das Civilizações, na capital do Azerbaijão, Baku. O secretário-geral da ONU está em Viena, mas gravou uma mensagem de vídeo que foi exibida na abertura do evento.

Ban Ki-moon destacou a importância da Aliança das Civilizações para tratar as causas do extremismo violento e do terrorismo. Segundo ele, a “divisão e a exclusão funcionam apenas nas mãos dos extremistas, que buscam destruir o nosso terreno comum”.

Sensacionalismo

O chefe da ONU lembrou que “estereótipos são perigosos e desestabilizadores”. Ban foi além, ao afirmar que “o sensacionalismo pode vender jornais, mas não resolve problemas”.

O secretário-geral elogiou o trabalho da entidade, ao afirmar que “em um mundo de suspeitas e medo, a Aliança das Civilizações está promovendo a verdade e o entendimento”.

Paz

Mais de 2,5 mil pessoas (incluindo chefes de Estado e de governo) de 140 países participam do fórum em Baku, que começou com um discurso do presidente do Azerbeijão. Ilham Aliyev afirmou que “por séculos, representantes de diversas culturas e religiões viveram em paz no país, onde sempre estiveram presentes o multiculturalismo e a tolerância religiosa”.

A Aliança das Civilizações é um órgão criado para promover a harmonia entre nações. O presidente da entidade, Nassir Abdulaziz Al-Nasser destacou o tema do fórum este ano: “Vivendo Juntos em Sociedades Inclusivas: Um Desafio e Uma Meta”.

Leia e Ouça:

Jovens reunidos em Fórum Global no Azerbaijão 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud