ONU condena novo lançamento de míssil norte-coreano
BR

25 abril 2016

Conselho de Segurança afirmou que ação aumenta as tensões na Península Coreana e por toda a região; operação foi realizada no sábado e Estados-membros disseram que ato violou cinco resoluções impostas contra o país.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança da ONU condenou de forma veemente o lançamento de um novo míssil balístico realizado pela Coreia do Norte neste sábado.

Os Estados-membros disseram que a ação serve para aumentar as tensões na Península Coreana e na região.

Violação

O míssil foi lançado de um submarino e o incidente “constitui mais uma violação” séria dos norte-coreanos de cinco resoluções adotadas pelo Conselho contra o país asiático.

Os Estados-membros enfatizaram, em comunicado, que o desenvolvimento ou teste de mísseis balísticos, mesmo que fracassem, são claramente proibidos pelas resoluções impostas desde 2006.

Segundo os integrantes do Conselho de Segurança, as atividades do governo de Pyongyang contribuem para o desenvolvimento de um sistema de armas nucleares.

Obrigações

Mais uma vez, os Estados-membros disseram que a Coreia do Norte deve evitar ações que violem as resoluções do Conselho e devem também cumprir com suas obrigações de acordo com o que foi determinado.

Entre elas, está a suspensão de todas as atividades relacionadas ao programa de mísseis balísticos.

O Conselho de Segurança enfatizou a necessidade de se fortalecer a implementação das medidas impostas pela resolução 2270, deste ano. Ao mesmo tempo, o órgão reiterou a importância de se manter a paz e a estabilidade na Península Coreana e na Ásia, em geral.

Os Estados-membros expressaram compromisso para se alcançar uma solução pacífica, diplomática e política para a situação.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud