ONU inicia debate sobre problema mundial das drogas
BR

19 abril 2016

Sessão especial na Assembleia Geral terá duração de três dias; autoridades de todo o mundo vão debater produção, tráfico e políticas de combate; Portugal trata drogas como problema de saúde e não criminal.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Assembleia Geral da ONU inicia esta terça-feira uma sessão especial sobre o problema mundial das drogas.

Autoridades do mundo inteiro vão participar do evento de três dias na sede das Nações Unidas, em Nova York.

Produção e Tráfico

Na agenda, os especialistas vão tratar de questões como a produção, tráfico e políticas de combate dos governos.

Entre os temas que serão debatidos está o caso de Portugal, que trata o problema das drogas como um caso de saúde e não criminal.

A sessão especial terá início com um debate sobre as Convenções sobre o Controle de Drogas seguido por outro que falará sobre o sucesso dos trabalhos de prevenção para combater a situação.

Os especialistas vão discutir ainda as necessidades das crianças e jovens como primeiro passo para ajudá-los a crescer saudáveis e num ambiente seguro.

Impacto

O impacto das políticas de combate às drogas sobre as mulheres que usam esses produtos também será tema de discussão entre os participantes.

Nesta segunda-feira, véspera do início do encontro, um grupo de relatores de Direitos Humanos da ONU pediu aos Estados-membros que usem a sessão especial para tentar integrar as obrigações de direitos humanos ao regime internacional para o controle de drogas.

Os especialistas dizem que o regime continua excessivamente punitivo. Segundo eles, a maioria das políticas anti-drogas tem como base a criminalização, o encarceramento e o investimento excessivo em segurança.

Eles rejeitam o uso da pena de morte para os crimes relacionados às drogas e consideram problemática a maior parte das políticas para tratar do problema.

Para lidar com a situação, os especialistas da ONU dizem que os países devem proteger, respeitar e cumprir com o direito à saúde ao disponibilizar todos os recursos que garantam o acesso dessas pessoas a serviços médicos de qualidade.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud