ONU alerta sobre violações dos direitos humanos no Congo
BR

13 abril 2016

Alto comissário das Nações Unidas cita operações realizadas por forças de segurança contra líderes da oposição; Zeid Al Hussein pediu ao governo que permita acesso humanitário a região de Pool, no sul de Brazaville.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O alto comissário da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Al Hussein, fez um alerta sobre os relatos de violações ocorridas na República do Congo.

Em comunicado, Zeid diz que essas ações estão sendo aparentemente cometidas por forças de segurança do governo na região de Pool, no sul de Brazaville.

Operações de Segurança

Segundo o representante da ONU, desde as eleições presidenciais de 20 de março, estão surgindo relatos de operações de segurança contra líderes da oposição e seus simpatizantes.

Eles são acusados de atacarem uma delegacia de polícia e outras áreas da cidade em 4 de abril.

O governo anunciou que 17 pessoas morreram nas ações das forças de segurança, incluindo três policiais, e muitos ficaram feridos.

Zeid citou ainda denúncias de prisão em massa e tortura, como também de assassinatos e deslocamento de pessoas em Pool. O alto comissário disse que os relatos são difíceis de serem confirmados pela falta de acesso à região por autoridades independentes.

Acesso Humanitário

Ele pediu ao governo que garanta acesso humanitário em Pool e que as forças de segurança atuem de acordo com as obrigações da República do Congo perante a lei internacional de direitos humanos.

Zeid afirmou que qualquer incidente envolvendo o uso da força pelas tropas de segurança deve ser investigado imediatamente, totalmente e de forma imparcial.

Para o alto comissário, os detidos não devem ser mal tratados. Eles devem ser acusados por seus crimes e levados à justiça seguindo os padrões internacionais, ou então devem ser liberados rapidamente.

Zeid pediu ao governo, aos líderes políticos e seus seguidores que resolvam suas diferenças de forma pacífica e dentro da lei.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud