Acnur condena violência na fronteira entre Grécia e Macedônia
BR

11 abril 2016

Agência da ONU afirmou que está pronta para apoiar as operações de transferência voluntária de pessoas na Europa; Alto Comissariado das Nações Unidas citou escalada das tensões em várias fronteiras do continente.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, condenou a violência perto de Eidomeni, na região de fronteira entre a Grécia e a Macedônia.

Segundo a agência da ONU, nos últimos meses a comunidade internacional tem acompanhado as tensões em várias regiões de fronteira na Europa entre forças de segurança e migrantes e refugiados que estão fugindo de guerras e precisando de ajuda.

Transferência Voluntária

O porta-voz do Acnur, Adrian Edwards, afirmou que “pessoas ficam feridas e propriedades são danificadas”.

A agência está pronta para apoiar as operações de transferência voluntária de pessoas para locais preparados pelo governo grego, incluindo o fornecimento de serviços necessários durante o processo de registro de migrantes e refugiados.

Na região de Eidomeni, o Acnur, autoridades e ONGs gregas estão disponibilizando alimentos, assistência médica e serviços de prevenção e resposta a violências sexuais e de gênero.

Solução

Edwards citou que “é necessária ação para cumprir a solução acordada há vários meses para realojar as pessoas qualificadas para proteção internacional para outros países europeus”.

Para o Acnur, “a violência é um erro em qualquer circunstância”. A agência espera que a Europa adote imediatamente as medidas necessárias para cumprir suas obrigações em relação aos refugiados.

Leia Mais:

Agência lança alerta público sobre condições de refugiados na Grécia

Secretário-geral apela aos países para abrirem suas portas aos sírios

Reassentamento deverá ser necessário para 1 entre 10 refugiados sírios

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud