Uso de tecnologia nas empresas aumenta salários, segundo Banco Mundial
BR

7 abril 2016

Relatório destaca possíveis ganhos no setor privado com aumento do investimento na área tecnológica; no Brasil, imposto sobre os computadores de mesa está entre os mais altos do mundo.

Mariana Ceratti, do Banco Mundial em Brasília para a Rádio ONU.

O Banco Mundial apresentou nesta quinta-feira, em Brasília, o Relatório de Desenvolvimento Global 2016 – Dividendos Digitais.

No evento, o destaque foi para os ganhos que o país pode ter se o setor privado aumentar o investimento em tecnologia. Uma das principais descobertas é que os salários tendem a crescer nas empresas que usam mais internet e softwares.

Novos Contratados

Nessas companhias, os salários sobem até 0,2% ao ano para os trabalhadores em geral e até 0,6% anuais para os novos contratados. Parece pouco, mas, nas empresas com baixo uso tecnológico, o crescimento anual é nulo.

Apesar de o país ser o quinto mais conectado à web, os negócios brasileiros têm muito o que avançar no uso da tecnologia.

Na indústria, por exemplo, 63% das empresas com pelo menos 10 empregados compram e vendem produtos pela internet. Mas apenas 28% permitem fazer encomendas pelo website e 6% aceitam pagamento online.

Negócios

O economista Mark Dutz, do Banco Mundial, explica que o uso da internet pode crescer em todos os negócios, principalmente nas pequenas empresas, nas regiões Norte e Nordeste e na área de transportes.

“Comparando o Brasil hoje com outros países, é evidente que as empresas brasileiras usam tecnologias digitais menos do que muitos outros países. É interessante porque os outros consumidores são fortes usuários da internet.”

O Relatório de Desenvolvimento Global mostra que o preço ainda é um entrave para a maior utilização de tecnologias no setor privado brasileiro. Os pacotes de telefonia celular, por exemplo, são os mais caros do mundo. O imposto sobre os computadores de mesa, ou desktops, também está entre os mais altos do planeta, em torno de 15%.

Se os impostos e tarifas para o setor fossem reduzidos, a adoção de tecnologias digitais no Brasil poderia subir.

Um estudo da Fundação para Tecnologia da Informação e Inovação calcula um aumento entre 17% e 37%.

Leia Mais:

Banco Mundial ajuda a criar sistema de monitoramento de incêndios no cerrado

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud