Conflito no leste da Ucrânia faz 1,5 milhão de pessoas passar fome
BR

4 abril 2016

Programa Mundial de Alimentos, PMA, está buscando fornecer assistência a a cerca de 270 mil das pessoas mais vulneráveis; representante da agência no país fez um apelo por acesso humanitário “pleno e irrestrito”.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, fez um alerta nesta segunda-feira: o conflito de dois anos no leste da Ucrânia deixou cerca de 1,5 milhão de pessoas com fome.

O número inclui quase 300 mil vítimas de insegurança alimentar grave e precisando de assistência alimentar imediata.

Acesso Humanitário

A agência da ONU está buscando chegar a cerca de 270 mil das pessoas mais vulneráveis com assistência alimentar mensal na primeira metade deste ano.

O representante do PMA na Ucrânia, Giancarlo Stopponi, fez um apelo a todos os envolvidos no conflito para que facilitem o acesso humanitário “pleno e irrestrito” às pessoas que precisam no país.

Mercados

Desde novembro de 2014, a agência distribuiu assistência de emergência a mais de 500 mil pessoas.

Este número inclui 370 mil beneficiários de comida mensalmente e 180 mil pessoas que receberam apoio através de transferências em dinheiro em áreas onde os mercados ainda estão funcionando. O PMA afirmou que vai continuar fornecendo ajuda.

Impacto

As pessoas vivendo na área não controlada pelo governo, em Luhansk, e próximo à linha de conflito são mais afetadas pela insegurança alimentar.

Segundo a agência, mais da metade da população, tanto em áreas controladas e não controladas pelo governo, teve perda completa ou redução significativa de renda.

O PMA não estava presente na Ucrânia antes da crise e agora está cooperando com outras agências da ONU para fornecer assistência às pessoas que tiveram que deixar suas casas, àquelas que estão retornando e às pessoas que ainda estão presas em zonas de conflito.

Leia Mais:

 Ucrânia: ONU pede a partes em conflito que garantam acesso à água

Mais de três milhões de ucranianos vivem em zonas de conflito

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud