Secretário-geral saúda decisão da China e dos EUA sobre acordo do clima
BR

1 abril 2016

Em comunicado conjunto, os dois países anunciaram que irão assinar o Acordo de Paris durante cerimônia especial na ONU no dia 22 de abril; Ban Ki-moon lembra que nações são as que mais emitem gases que causam o efeito estufa.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU elogiou a decisão da China e dos Estados Unidos de assinar o Acordo de Paris. Em comunicado conjunto divulgado na quinta-feira, os dois países se comprometem a firmar o documento durante uma cerimônia especial que ocorrerá na sede das Nações Unidas, em 22 de abril.

O acordo foi alcançado em dezembro, na capital francesa, durante a Conferência da ONU sobre o Clima, COP 21, e prevê uma série de obrigações que os países devem cumprir a partir de 2020, para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e evitar o aumento da temperatura média do planeta.

Oportunidade

Ban Ki-moon lembra que China e Estados Unidos são as nações que mais emitem gases poluentes e por isso o chefe da ONU está entusiasmado com o compromisso anunciado pelos presidentes Xi Jinping e Barack Obama.

Segundo Ban, a cerimônia de assinatura do Acordo de Paris será uma oportunidade de todos os países mostrarem ação em combate à mudança climática, fator essencial para se atingir o desenvolvimento sustentável e para um mundo mais igualitário e próspero para todos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud