Entrevista: OMS ajuda a combater febre-amarela em Angola

25 março 2016

A representante da Organização Mundial da Saúde, OMS, em Angola fala de avanços e desafios no setor para combater a febre-amarela no país.

Em entrevista à Rádio ONU, de Luanda, Hernando Agudelo disse que durante o atendimento, os doentes são testados para o vírus zika.

Pelo menos 178 pessoas morreram e 450 foram infetadas pelo surto que já dura cerca de três meses.

O responsável disse as autoridades angolanas já forneceram uma parte dos valores para a compra das vacinas para todo o do país, após o registo de grande parte dos casos na capital Luanda.

Acompanhe a conversa com Eleutério Guevane.

Duração: 3'09".

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud