Conversações de paz na Síria coincidiram com redução da violência
BR

18 março 2016

Declaração foi feita pelo enviado especial da ONU para o país ao fim da primeira semana de reuniões entre as partes em conflito, em Genebra; ponto positivo para Staffan de Mistura é que ninguém abandonou o encontro.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.*

No quinto dia das conversações de paz sobre a Síria, realizadas na ONU, em Genebra, a principal delegação de oposição síria, o Comitê de Altas Negociações, HNC, indicou suas três principais questões para essa rodada de conversas.

Os pontos são a libertação de presos detidos pelo governo, a expansão da ajuda humanitária para a população síria e decisões sobre como o futuro governo do país será formado.

Transição Política

O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, afirmou que as conversações de paz entre os lados envolvidos no conflito coincidiram com uma redução significativa da violência no país.

De Mistura explicou que as conversações ainda não são negociações diretas, mas tiveram esse “efeito”.

No lado positivo, o enviado especial disse que ninguém abandonou o encontro, não houve retórica excessiva, algumas discussões mas nenhuma interrupção apesar das diferenças entre as partes.

Para o mediador da ONU, o governo sírio deve “fazer mais para apresentar suas ideias sobre a transição política e não apenas falar sobre princípios do processo de paz”.

Dia Intenso

Staffan de Mistura espera que na próxima semana o governo sírio dê sua opinião e os detalhes sobre como ele vê a implementação do processo de transição política”.

O enviado das Nações Unidas disse que teve um dia intenso nesta sexta-feira com reuniões com as delegações do governo sírio e do principal grupo de oposição, o Comitê de Altas Negociações e com o Conselho de Mulheres Sírias.

De Mistura afirmou que deu “aos dois lados dever de casa para o fim de semana para que as conversações possam andar mais rápido na segunda-feira”.

O mediador da ONU disse que “a próxima semana será importante porque todos vão estar tentando criar uma plataforma comum mínima, não só de princípios, mas de metas que podem levar a uma melhor compreensão do caminho a ser tomado para a transição política”.

*Apresentação: Edgard Júnior.

Leia Mais:

Conversa com opositores sírios foi "produtiva", afirma enviado da ONU

Ban diz que "diplomacia está finalmente fazendo a diferença na Síria"

Ao lado de refugiados, Angelina Jolie Pitt espera que países acolham os sírios

Síria: "é necessário mais solidariedade para resolver crise de refugiados"

Sociedade civil vai participar das conversações sobre a Síria 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud