Serra Leoa novamente livre do ébola

17 março 2016

Confirmação foi feita pela OMS; 42 dias se passaram desde que o último paciente testou negativo para o vírus, tempo suficiente para dois ciclos de incubação; 3.590 pessoas morreram no país africano devido à doença.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A Organização Mundial da Saúde, OMS, e o governo de Serra Leoa confirmaram esta quinta-feira: o país está novamente livre do ébola, após um recente retorno da doença.

Já se passaram 42 dias desde que a última pessoa que teve ébola em Serra Leoa recebeu dois testes negativos, a confirmar que o paciente está livre do vírus. Segundo a OMS, no período de 42 dias, é possível ocorrer dois ciclos de incubação.

Marco

A agência da ONU celebrou o marco alcançado este 17 de março e elogiou o governo da Serra Leoa pela resposta à reincidência do surto.

A OMS destacou ainda que toda a população do país esteve envolvida, de forma dedicada, no combate ao vírus, incluindo enfermeiros, assistentes sociais e líderes comunitários.

Ao todo, 3.590 pessoas morreram em Serra Leoa devido ao ébola, uma epidemia que teve fortes impactos nas famílias e nas comunidades.

Alerta

A OMS ressaltou ainda os investimentos feitos para a criação de equipas para uma resposta rápida aos casos, para garantir a vigilância, investimentos em laboratórios, prevenção da infecção e medidas de controlo.

No entanto, a agência da ONU alertou que Serra Leoa, Libéria e Guiné Conacri continuam em risco de ter novos casos de ébola, porque o vírus tem se mostrado resistente em alguns sobreviventes. A recomendação aos três países da África Ocidental é que mantenham o alto nível de alerta.

*Apresentação: Laura Gelbert

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud