OMS confirma que Serra Leoa está novamente livre do ebola
BR

17 março 2016

42 dias se passaram desde que o último paciente testou negativo para o vírus, tempo suficiente para dois ciclos de incubação; 3.590 pessoas morreram no país africano devido ao ebola.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Serra Leoa está novamente livre do ebola, após um recente retorno da doença ao país. A confirmação foi feita esta quinta-feira pela Organização Mundial da Saúde, OMS, e pelo governo.

Já se passaram 42 dias desde que a última pessoa que teve ebola em Serra Leoa recebeu dois testes negativos, confirmando que o paciente está livre do vírus. Segundo a OMS, no período de 42 dias, é possível ocorrer dois ciclos de incubação.

Mobilização

Ao todo, 3.590 pessoas morreram no país devido ao ebola, uma epidemia que teve fortes impactos nas famílias e nas comunidades. A OMS celebra o marco alcançado neste 17 de março e elogia o governo da Serra Leoa pela resposta à reincidência do surto.

A agência da ONU destaca que desde enfermeiros, assistentes sociais e líderes comunitários, toda a população de Serra Leoa esteve envolvida, de forma dedicada, no combate ao vírus.

Riscos

A OMS ressalta ainda os investimentos feitos para a criação de equipes para uma resposta rápida aos casos, para garantir a vigilância, investimentos em laboratórios, prevenção da infecção e medidas de controle.

Entretanto, a agência da ONU reforça que Serra Leoa, Libéria e Guiné continuam em risco de ter novos casos de ebola, porque o vírus tem se mostrado resistente em alguns sobreviventes. A recomendação aos três países da África Ocidental é para manterem o alto nível de alerta.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud