“Nenhum ataque terrorista pode reverter a democracia na Tunísia”

9 março 2016

Declaração é do Conselho de Segurança ao condenar o atentado de segunda-feira no país; ação matou pelo menos 19 pessoas em Ben Gardane, na fronteira com a Líbia; secretário-geral da ONU também deplorou o ataque.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A condenar o atentado ocorrido na segunda-feira na Tunísia, o Conselho de Segurança das Nações Unidas  destacou: “nenhum ataque terrorista pode reverter a democracia no país nem as suas ações em direção à recuperação económica e o desenvolvimento”.

Em declaração à imprensa, o órgão afirmou que “qualquer ato de terrorismo é criminoso e injustificável, independente de sua motivação, onde, quando e por quem foi cometido”.

Fronteira com a Líbia

Segundo agências de notícias, o ataque matou pelo menos 12 integrantes das forças de segurança tunisinas e sete civis. Mais de 17 pessoas ficaram feridas em Ben Gardane, uma cidade na fronteira com a Líbia.

Na nota, o Conselho destacou a necessidade de levar os autores, organizadores e financiadores dos “repreensíveis atos de terrorismo” à justiça.

O órgão fez ainda um apelo a todos os Estados para que cooperem ativamente com todas as autoridades competentes, de acordo com suas obrigações sob o direito internacional e as resoluções pertinentes do Conselho de Segurança.

Paz e Segurança Internacionais

O órgão reafirmou ainda a necessidade de todos os Estados combaterem as ameaças colocadas por atos terroristas à paz e segurança internacionais, ao aderirem à Carta da ONU e a outras obrigações do direito internacional.

A nota cita as leis internacionais humanitária, de direitos humanos e de refugiados.

Através de seu porta-voz, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, também emitiu uma declaração a condenar o ataque.

Leia Mais:

Enviado pede cooperação após prisão de grupo que lida com segurança na Líbia | Rádio das Nações Unidas

Grupos terroristas estão firmando raízes na Líbia, avalia representante | Rádio das Nações Unidas

Mediador da ONU reage ao acordo entre parlamentos rivais líbios na Tunísia | Rádio das Nações Unidas

ONU toma conhecimento de 6 mil combatentes estrangeiros da Tunísia | Rádio das Nações Unidas

ONU saúda Quarteto de Diálogo Nacional da Tunísia pelo Nobel da Paz | Rádio das Nações Unidas

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud