Na Argélia, Ban fala em “situação inaceitável” de refugiados saarauís
BR

6 março 2016

Para o secretário-geral, esta é “uma das tragédias humanitárias esquecidas do nosso tempo”; segundo o chefe da ONU, os envolvidos no conflito do Saara Ocidental não fizeram nenhum progresso real nas negociações para uma solução política duradoura.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York. 

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, visitou a Argélia neste sábado e pediu o alívio da “situação inaceitável” dos refugiados saarauís no país.

Ban disse ter se encontrado com muitas pessoas que sentem que sua situação foi “esquecida pelo mundo”.

Saara Ocidental

Para o chefe da ONU, os envolvidos no conflito do Saara Ociental não fizeram nenhum progresso real nas negociações para uma solução política duradoura.

Os combates entre o Marrocos e a Frente Polisário começaram após o fim da administração colonial espanhola do Saara Ocidental em 1976.

Um cessar-fogo foi alcançado em 1991 e a Missão da ONU sobre o Referendo no Saara Ocidental, Minurso, foi encarregada de monitorar esse acordo e organizar um plebiscito sobre a auto-determinação do local.

O Marrocos apresentou um plano para autonomia, enquanto a posição da Frente Polisário é de que o status final do território seja decidido em um referendo sobre auto-determinação que inclua a independência como uma opção.

Tragédia Esquecida

Ban afirmou que seu primeiro objetivo na visita à região é fazer sua “própria avaliação e contribuição na busca por um acordo”. Outra meta de sua viagem seria visitar a Minurso.

Ele citou também a situação de segurança e a preocupação da ONU com a criminalidade crescente, o tráfico de drogas e a possibilidade de extremistas e terroristas entrarem na região.

O chefe da ONU declarou ainda também que gostaria de testemunhar “uma das tragédias humanitárias esquecidas do nosso tempo”.

Ban disse que “os campos de refugiados saarauís perto de Tindouf estão entre os mais antigos do mundo e é de cortar o coração ver as famílias separadas por tanto tempo”.

Conferência Humanitária Mundial

Ao mesmo tempo, o secretário-geral está pedindo aos países doadores que aumentem sua assistência a essa população para que seja fornecida ajuda humanitária.

Com este objetivo, Ban vai realizar uma reunião de doadores em Genebra. O chefe da ONU também mencionou que a Conferência Humanitária Mundial, em maio, em Istambul, na Turquia, será outra oportunidade para mobilizar a solidariedade global.

Leia Mais:

Saara Ocidental em destaque na visita de Ban Ki-moon ao Sahel

Saara Ocidental em destaque na visita de Ban Ki-moon ao Sahel | Rádio das Nações Unidas

Para Ban, situação no Saara Ocidental é alarmante | Rádio das Nações Unidas

Argélia: fortes chuvas causam "danos catastróficos" a campos de refugiados | Rádio das Nações Unidas

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud