Em África, presidente da Assembleia Geral da ONU aborda refugiados

3 março 2016

Mogens Lykketoft visita o continente a partir desta quinta-feira; missão será marcada por um discurso na União Africana; estima-se que 14,9 milhões de africanos foram forçados a deixar as suas casas no ano passado.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, Mogens Lykketoft, começa esta quinta-feira a sua visita à sede da União Africana na Etiópia. O destaque da deslocação de dois dias será a questão de refugiados no continente.

Um pronunciamento sobre o tema será feito diante de líderes governamentais e das Nações Unidas na sede da organização.

Conflitos, Violência e Abusos

Lykketoft marca o início da sua visita num acampamento para refugiados do conflito no Sudão do Sul. Mais de 630 mil sul-sudaneses vivem em território etíope, o que equivale a mais de 86% das 731 mil pessoas abrigadas na Etiópia.

De acordo com estimativas, cerca de 14,9 milhões de africanos foram obrigados a deixar as suas casas em 2015 por causa de fatores como conflitos, violência e abusos de direitos humanos.

O Sudão do Sul e a República Centro-Africana deverão manter o alto número de pessoas em movimento este ano, de acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados.

Parceria

A visita do chefe da Assembleia Geral da ONU encerra na sexta-feira com um encontro com a presidente da Comissão da UA, Nkosazana Dlamini-Zuma, seguido pelo seu discurso no Comité de Representantes Permanentes na UA.

A passagem por África inclui contactos com o primeiro-ministro da Etiópia, Hailemariam Desalegn, e com o representante especial do secretário-geral e chefe do Gabinete das Nações Unidas para a União Africana, Haile Menkerios.

Lykketoft vai participar num evento denominado Oficina da Sociedade Civil para destacar a "importância de uma parceria estratégica" entre as duas organizações em Addis Abeba.

*Apresentação: Michelle Alves de Lima.

Leia Mais:

África Ocidental tem um décimo das pessoas sem nacionalidade do planeta 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud