Ban elogia participação da Rússia para resolver crise na Síria
BR

1 março 2016

Secretário-geral da ONU agradeceu as contribuições feitas pelo país ao ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov; depois do encontro em Genebra, na Suíça, Ban seguiu para a Espanha.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, agradeceu a participação da Rússia no processo para pôr um fim à crise na Síria.

Em Genebra, pouco antes de viajar para a Espanha, Ban conversou com o ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov.

Importância

Os dois líderes concordaram sobre a importância de avançar urgentemente com o processo, simultaneamente com outras questões relacionadas à Síria, como o acordo de cessação das hostilidades, que teve início no sábado.

Na agenda, eles conversaram sobre o fornecimento de ajuda humanitária ao país e outras preocupações globais como o fim do conflito no Iêmen.

Ban e Lavrov falaram também sobre a Ucrânia, onde forças do governo e separatistas rebeldes estão lutando há quase dois anos. Os dois reforçaram a necessidade de um progresso na implementação dos acordos de paz de Minsk, firmados em 2015.

Espanha

O secretário-geral agradeceu ainda a Lavrov pelo “papel construtivo” do governo russo em relação à Coreia do Norte e à Península Coreana.

O chefe da ONU chegou a Madri, na Espanha, no início da tarde, horário local. No encontro com o ministro das Relações Exteriores, José Manuel Garcia Margallo, eles falaram sobre a situação na Líbia, na Síria e na região do Saara Ocidental.

Nesta quarta-feira, Ban se reunirá com o rei Felipe VI, antes de seguir viagem para Burkina Fasso.

Leia Mais:

Ban condena ataque no Iêmen que matou pelo menos 32 pessoas

Pelo menos seis candidatos concorrem ao cargo de secretário-geral da ONU

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud