Unicef firma acordo em prol da criança e da mulher na Guiné-Bissau

22 fevereiro 2016

Representante da agência da ONU espera que ação envie um sinal forte, independente dos problemas do país; objetivo é garantir que no futuro, todos os menores estejam a frequentar a escola.

Amatijane Candé, da Rádio ONU em Bissau.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, assinou com o governo da Guiné-Bissau o  Plano de Trabalho Anual 2016- 2017. O acordo foi firmado através do Ministério da Mulher, Família e Coesão Social e visa reforçar o sistema nacional de proteção da criança e mulher.

A agencia da ONU também assinou com o Ministério da Educação Nacional o plano para os próximos cinco anos, que visa reforçar a qualidade de ensino.

Formação

O custo estimado é de 3,7 milhões de euros. O representante do Unicef destaca a altura particularmente difícil que a Guiné-Bissau está a passar. Abubacar Sultan espera que os acordos enviem um sinal forte sobre o compromisso  com o povo e as crianças.

“A essência do acordo que nós assinamos tem a ver fundamentalmente com aqueles que são os grandes compromissos que existem a nível dos direitos da criança na Guiné-Bissau. Em primeiro lugar garantir o acesso a educação das camadas mais vulneráveis e desfavorecidas das zonas remotas e das pessoas mais pobres.”

Meninas

O representante do Unicef ressaltou o incentivo da aprendizagem da criança logo na pequena infância como garantia da qualidade do ensino. Abubacar Sultan apontou a educação das meninas e a retenção das mesmas nas escolas como outra prioridade da agência da ONU.

Para ele, uma mulher educada contribui fortemente na redução da mortalidade infantil e  na promoção da participação feminina na sociedade. O que significa que uma mãe devidamente educada terá maior contribuição para os seus filhos, acrescentou Abubacar Sultan.

No fundo o que se pretende é enquadrar todos os jovens e crianças no sistema nacional de educação.

Objetivos

“ De uma forma geral é isto que nós pretendemos, contribuir para o esforço do Ministério da Educação, trazendo toda a vantagem comparativa que a Unicef tem na Guiné-Bissau e fora neste esforço de continuamente reforçarmos o sistema nacional de ensino e a sua qualidade.”

Organizações da sociedade civil, autoridades locais e tradicionais, representantes do sistema das Nações Unidas e do Ministério da Educação, estarão envolvidos na implementação do plano.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud