Comboios levam itens de ajuda a 100 mil pessoas sitiadas na Síria
BR

17 fevereiro 2016

São beneficiados civis que estão em Madaya e Zabadani, na área rural de Damasco; enviado especial promove nesta quinta-feira uma reunião com a força tarefa para o acesso humanitário no país.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

A ONU e o Crescente Vermelho Árabe iniciaram as operações para entregar assistência humanitária a mais de 100 mil pessoas em Moadamiyeh, Madaya e Zabadani, na área rural de Damasco, e em Foah e Kafraya.

Os comboios de 100 caminhões estão carregando alimentos, vacinas, água, medicamentos e outros itens para assistência de saúde e nutricional. O enviado especial da ONU para a Síria promove nesta quinta-feira a segunda reunião da força tarefa para o acesso humanitário ao país.

Primeiro Passo

O encontro será na sede da organização em Genebra. Staffan de Mistura quer discutir com o Grupo Internacional de Apoio à Síria a situação nas áreas sitiadas.

O acesso está previsto em resoluções do Conselho de Segurança e chegar a esses locais pode ser o primeiro passo para a entrada, sem impedimentos, de ajuda em todo o país.

De Mistura lembra que a entrega de assistência é essencial. Segundo ele, mais de 400 mil pessoas vivem em áreas cercadas pelo governo, por grupos da oposição ou pelo Daesh, definição em árabe para o Isil.

O enviado acredita que os comboios humanitários são “um teste sobre a capacidade da ONU” em entregar assistência e sobre a vontade dos lados em conflito permitir que isso aconteça.

Leia Mais:

Na Síria, enviado da ONU pressiona por acesso humanitário irrestrito

Conflitos e violência tiveram "grande impacto" nas crianças em 2015

Ban preocupado com ataques a instalações de saúde e escolas na Síria 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud