Entrevista: combate ao Aedes aegypti em Luanda

16 fevereiro 2016

O representante da Organização Mundial da Saúde  em Angola, Hernando Agudelo, disse haver situações em que todas as casas de uma área de Luanda contêm o mosquito vetor da febre-amarela.

A agência procura fundos para combater o Aedes aegypti, ao mesmo tempo que ajuda a combater ao surto de febre-amarela. Desde dezembro, o surto matou mais de 50 pessoas.

Acompanhe a entrevista a Eleutério Guevane.

Duração: 07'05"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud