Ban alerta que as drogas impedem o desenvolvimento sustentável
BR

10 fevereiro 2016

Secretário-geral afirmou que as drogas ilícitas promovem violência, colocam comunidades em perigo e prejudicam a saúde da população; ele declarou que esse desafio global tem ligações com terrorismo e corrupção.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que as drogas ilícitas promovem a violência, impedem o desenvolvimento sustentável, colocam comunidades em perigo e prejudicam a saúde da população.

Ban fez a declaração em uma reunião na sede da ONU, esta quarta-feira, que serviu como preparativo para a sessão especial da Assembleia Geral sobre o problema mundial da droga, marcada para abril.

Desafio

Ele pediu à comunidade global que faça o possível para combater esse problema.

O chefe da ONU disse que “esse desafio mundial está interconectado com corrupção, terrorismo e fluxo ilegal de dinheiro”.

Ban declarou que “aqueles envolvidos com drogas ilegais também devem estar envolvidos com tráfico humano, sequestros, contrabando de armas, assassinatos e vários outros tipos de crimes”.

O secretário-geral disse ainda que o problema das drogas é também de saúde, ligado à overdose, aos estragos causados pelo vício, propagação do HIV e da hepatite.

Oportunidade

A sessão especial da Assembleia Geral 2016 fornece uma oportunidade para a comunidade internacional entrar num amplo debate sobre as políticas de drogas, em todos os seus aspectos.

Para Ban, essas discussões podem ajudar a desenvolver objetivos, tendo como base os direitos humanos e preocupações com a saúde e o bem-estar da população.

Tudo isso, vai apoiar a implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Ban declarou que nenhum país pode enfrentar esse problema sozinho. Segundo ele, “a responsabilidade compartilhada pode garantir a criação de medidas equilibradas e abrangentes sobre as drogas com foco nos direitos humanos e saúde pública, incluindo prevenção e tratamento.

A sessão especial da Assembleia Geral sobre o problema global das drogas vai acontecer entre 19 e 21 de abril. A última vez em que o órgão realizou uma sessão especial para debater o assunto foi em 1998.