Mortes no Mar Mediterrâneo atingem 374 neste ano
BR

5 fevereiro 2016

Organização Internacional para Migrações afirmou que mais de 74 mil migrantes chegaram à Europa entre 1º de janeiro e 4 de fevereiro; Grécia foi o país que mais recebeu refugiados.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, alertou que 374 pessoas morreram neste ano tentando atravessar o Mar Mediterrâneo.

Segundo a agência parceira da ONU, entre 1º de janeiro e 4 de fevereiro 74.676 migrantes e refugiados chegaram à Europa em embarcações que saíram da África ou do Oriente Médio.

Grécia

Somente nos quatro primeiros dias deste mês foram registradas 7.483 chegadas no continente, mais do que o total de 6.834 pessoas que fizeram a travessia durante todo o mês de fevereiro do ano passado.

Segundo a OIM, a Grécia foi o país que recebeu mais migrantes e refugiados com 68.778, 44% homens, 22% mulheres e 34% crianças. Devido à greve das balsas, que fazem a travessia entre as ilhas e o território grego, muitas pessoas ficaram retidas nas ilhas.

Aproximadamente 47% dos que chegaram à Grécia são sírios, seguidos por afegãos e iraquianos. Ainda na lista estão iranianos e paquistaneses.

Itália

A Itália é o segundo país com mais chegadas nas travessias pelo Mediterrâneo com quase 6 mil pessoas.

A agência informou ainda que aumentou o interesse de migrantes e refugiados que querem voltar ao país de origem. O programa de Reintegração e Retorno Voluntário, financiado pela União Europeia, tem 1,6 mil pessoas registradas.

Desse total, 710 já regressaram e outras 400 devem voltar a seus países nas próximas duas semanas.

O escritório da OIM na Alemanha disse que mais de 52 mil pessoas entraram com pedido de asilo no país em janeiro. Isso representa um aumento de 108% em relação ao mesmo período do ano passado.

Em 2015, o governo alemão recebeu mais de 476 mil pedidos de asilo.

Leia Mais:

OIM ajuda retorno voluntário de migrantes iraquianos na Bélgica

Mulheres e crianças são as que mais buscam refúgio na Europa

OIM fornece ajuda em dinheiro para deslocados pelas cheias no Malaui

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud