“Há muito trabalho a ser feito para o processo eleitoral da Somália”

4 fevereiro 2016

Afirmação é do subsecretário-geral da ONU para Assuntos Políticos; em Mogadíscio, Jeffrey Feltman conversou com o presidente sobre situações políticas, económicas e de segurança.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O subsecretário-geral das Nações Unidas para Assuntos Políticos está na Somália a reforçar o apoio da organização ao povo do país. Esta quinta-feira, em Mogadíscio, Jeffrey Feltman falou sobre a importância de se chegar a um consenso sobre o processo eleitoral.

Segundo Feltman, “ainda há muito trabalho a ser feito para que o mapa de ação sobre o processo eleitoral seja um sucesso”.

Apoio

Num encontro com o presidente Hassan Mohamoud, o enviado da ONU discutiu questões ligadas à política, à economia e à segurança do país. Os líderes falaram sobre a visão para 2016 e o papel das Nações Unidas no apoio à Somália.

O subsecretário-geral declarou que o ideial é ter um consenso, “mas devido ao impasse que durou várias semanas, a ONU acredita fortemente que a decisão de adotar um novo modelo eleitoral” foi a coisa certa a ser feita.

Mulheres

Jeffrey Feltman explicou que a ONU saúda o compromisso de ter 30% de representação feminina no Parlamento, além de se continuar o trabalho por um mapa político para 2016-2020.

O objetivo é que daqui a quatro anos seja implementado um sistema eleitoral ao estilo “uma pessoa, um voto”, que corresponda às aspirações do povo somali.

Leia Mais:

Ban cita terrorismo e extremismo violento como ameaças crescentes em África

Dezenas de sobreviventes etíopes de tragédia na Somália voltam para casa

Novo modelo eleitoral é adotado na Somália 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud