Jovens devem participar da implementação da Agenda 2030
BR

1 fevereiro 2016

Vice-secretário-geral da ONU, Jan Eliasson afirmou que jovens são “agentes da mudança”; secretário de juventude do Brasil fala de iniciativas do país nesta área.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Jovens líderes do mundo inteiro estão reunidos na ONU participando do Fórum da Juventude no Conselho Econômico e Social, Ecosoc.

O objetivo do encontro de dois dias é ampliar o papel do grupo na implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Plataforma

O Fórum serve como plataforma para que os jovens possam dialogar com os Estados-membros da ONU e aumentar sua participação na criação de políticas econômicas, sociais e ambientais.

O vice-secretário-geral das Nações Unidas, Jan Eliasson, falou sobre essa participação num discurso no evento.

O vice-chefe da ONU disse que “os jovens devem ser reconhecidos pelo que eles são: agentes da mudança cujas contribuições vão trazer benefícios para eles e para a sociedade”.

Brasil

O secretário Nacional de Juventude da Presidência da República, Gabriel Medina, também participa do encontro e falou à Rádio ONU sobre as iniciativas brasileiras para gerar empregos para jovens.

“O Brasil tem uma iniciativa pioneira com a Organização Internacional do Trabalho, que foi desenvolver uma agenda nacional do trabalho decente. E nós tivemos uma experiência única, que foi a criação de um subcomitê de juventude dentro dessa agenda. Fizemos um relatório específico sobre a situação do jovem no mercado de trabalho, analisando inclusive as piores condições de inserção no Brasil, identificando os setores onde o trabalho é muito precarizado, promove adoecimento, promove uma série de problemas para a juventude, inclusive mortes, como os setores da cana de açúcar e dos motoboys”.

Portugal

O presidente do Conselho Nacional da Juventude de Portugal, Hugo Carvalho falou sobre financiamentos para o grupo.

“No emprego temos duas possibilidades: financiamos ou arranjamos financiamentos. Acho que este projeto vai ajudar em muito na procura de financiamento a programas não só de políticas relativas a emprego, mas também de formação de jovens para constituírem as suas próprias empresas. Nada se faz sem recursos e, portanto, é preciso ter a consciência de que precisamos de programas deste tipo e que o mundo se organize em volta de recursos que estejam disponíveis para os jovens”.

O enviado do secretário-geral para a Juventude, Ahmad Alhendawi, disse que “entre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável existem diferentes metas para o desenvolvimento dos jovens”.

Segundo ele, “é parte da tarefa dos participantes do Fórum unir os objetivos relativos aos jovens e assegurar que os progressos nesse sentido sejam medidos pelos próximos anos”.

Aproximadamente 800 pessoas estão participando do encontro na sede da ONU.

Leia Mais:

Diretor da OIT afirma que crescimento da classe média não garante igualdades

Entrevista: Relatório Perspectiva Mundial de Empregos 2016

OIT alerta que desemprego atingiu 197,1 milhões em 2015

Ban lança Plano de Ação para Prevenir Extremismo Violento

ONU lança iniciativa global para combater desemprego entre jovens

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud