OMT: turistas devem obter informações sobre o zika antes da viagem
BR

28 janeiro 2016

Organização Mundial do Turismo está monitorando a situação de perto e está em contato com as autoridades de saúde; agência da ONU afirmou que ainda é muito cedo para avaliar impacto no setor.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial do Turismo, OMT, afirmou que os turistas devem obter informações das autoridades de saúde antes de uma viagem para regiões atingidas pelo vírus zika.

Nas Américas, o Brasil e mais 22 países e territórios da região registraram milhares de casos da doença.

Restrição de Viagens

A agência da ONU disse que está monitorando de perto a situação e em contado direto com a Organização Mundial da Saúde.

A OMT disse que de acordo com as evidências atuais, a OMS não está recomendando qualquer restrição de viagens ou de comércio por causa do vírus zika.

A agência disse que ainda é muito cedo para avaliar um impacto da doença sobre o setor.

Mas a Organização Mundial do Turismo deixou claro que é importante assegurar a transmissão de informação rápida e transparente sobre o vírus zika para os viajantes.

Segundo a OMT, isso servirá como medida de precaução e também vai evitar qualquer tipo de interpretação errada sobre a situação.

Leia Mais:

Doença do vírus zika

Brasil participa de sessão especial da OMS sobre vírus zika

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud