Conversações sobre a Síria começam sexta-feira e devem durar seis meses
BR

25 janeiro 2016

Enviado da ONU, Staffan de Mistura, explica que convites a delegações envolvidas no processo ainda serão enviados; primeira fase do diálogo pode durar três semanas, com foco num cessar-fogo e em como barrar o Isil.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O enviado especial das Nações Unidas para a Síria concedeu uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira, em Genebra, onde anunciou que as conversações sobre o país em conflito começam na sexta-feira, 29.

Segundo Staffan de Mistura, os diálogos podem durar até seis meses. Os convites para as delegações serão enviados nesta terça-feira, mas segundo ele, ainda ocorrem discussões sobre quem será convidado para participar.

A primeira fase das conversações sobre a Síria poderá durar entre duas e três semanas.

Encontros

De Mistura explicou que os objetivos do encontro são: discutir a possibilidade de um cessar-fogo e barrar as ameaças impostas pelo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil.

Outra meta é conseguir aumentar a entrega de assistência humanitária na Síria. As conversações também terão entre as prioridades a “governança, revisão constitucional e futuras eleições apoiadas pela ONU”.

O enviado reconheceu os “riscos políticos”, já que os lados envolvidos no conflito não estão de acordo. Mas segundo Staffan de Mistura, “chegou a hora de um esforço maior para tentar se alcançar um resultado”.

Leia Mais:

Organizações humanitárias apelam para o fim do sofrimento na Síria

FAO pede a doadores apoio aos agricultores da Síria

Conselho de Segurança da ONU debate a proteção de civis em conflito

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud