Grupo de amigos do Haiti reitera apoio ao fim do processo eleitoral
BR

22 janeiro 2016

Declaração foi feita pela representante especial do secretário-geral para o país; Sandra Honoré afirmou que os integrantes do grupo condenaram os recentes atos de violência durante o período de eleições.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A representante especial do secretário-geral da ONU para o Haiti, Sandra Honoré, afirmou que o grupo de amigos do país reiterou apoio à conclusão do processo eleitoral inclusivo e equitativo.

Além das Nações Unidas, fazem parte do grupo: Brasil, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, a União Europeia e a Organização dos Estados Americanos, OEA.

Solução

Eles também apoiam os esforços feitos para encontrar uma solução que assegure a renovação democrática das instituições de Estado.

O grupo “Amigos do Haiti” condenou os recentes atos de violência eleitoral e pediu às autoridades, partidos políticos, candidatos e aos eleitores em geral, que participem do processo eleitoral com responsabilidade e moderação.

Segundo Honoré, somente dessa forma “os haitianos poderão expressar sua vontade num ambiente livre de intimidação e violência”.

O presidente haitiano, Michel Martelly, disse que o segundo turno das eleições presidenciais está confirmado para domingo apesar da ameaça de boicote da oposição.