Banco iraniano é removido da lista de sanções do Conselho de Segurança
BR

17 janeiro 2016

Anúncio sobre o Banco Sepah e subsidiária internacional foi feito neste domingo; ativos do banco estavam congelados desde 2007.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança anunciou neste domingo que removeu o Banco Sepah do Irã e sua subsidiária internacional da lista de sanções.

A decisão segue o anúncio feito no sábado pela Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, que confirmou que o país completou os passos preparatórios para resolver a questão nuclear iraniana.

Acordo

Os ativos do Banco Sepah estavam congelados desde 2007 por decisão do Conselho de Segurança. O banco fornece apoio à Organização de Indústrias do Espaço Aéreo e subordinados, como o Grupo Industrial Shahid Hemmat e o Grupo Industrial Shahid Bagheri.

Em julho, o Irã e um grupo de seis países (China, França, Alemanha, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos) chegaram a um acordo sobre a situação nuclear do país. Coube à Aiea verificar e monitorar se o Irã cumpriu com os compromissos firmados.

O chefe da Aiea, Yukiya Amano, seguiu para a capital do país, Teerã, neste domingo, para encontros com o presidente Hassan Rouhani.