Pnuma diz que a China vai fechar 2,5 mil companhias poluidoras em 2016
BR

15 janeiro 2016

Processo faz parte dos esforços para reduzir a poluição e atingir as metas ambientais; o governo de Pequim quer eliminar o uso de carvão em seis distritos nos próximos dois anos.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, afirmou que Pequim, a capital da China vai fechar 2,5 mil companhias poluidoras neste ano.

A decisão das autoridades faz parte dos esforços para reduzir o índice de poluição e alcançar as metas ambientais.

Mudanças

A operação vai ter início pelos distritos de Fengtai, Fangshan, Tongzhou e Daxing. Outras regiões devem seguir o mesmo caminho para 2017.

Segundo o Pnuma, mudanças recentes nas leis chinesas levaram a uma redução significativa entre as companhias altamente poluidoras e com alto consumo de energia.

Ao mesmo tempo, houve um aumento das pequenas empresas poluidoras como por exemplo, restaurantes, hotéis e garagens.

Energia Limpa

Para combater o problema, a prefeitura de Pequim ordenou uma avaliação de risco e segurança como também a aplicação da lei para fechar essas pequenas empresas poluidoras.

A capital chinesa quer eliminar o uso de carvão em seis distritos nos próximos dois anos e ajudar 600 mil residências na mudança do uso do carvão para energia limpa até 2020.

Pequim está sofrendo com um uma forte fumaça nos últimos meses e planeja cortar o consumo de carvão em 500 mil toneladas este ano e acabar com as caldeiras de carvão na cidade nos próximos cinco anos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud