OIM: chegadas à Europa pelo Mediterrâneo passam de 18 mil em 2016
BR

12 janeiro 2016

Número representa uma média diária de 1,7 mil pessoas nos primeiros 11 dias do novo ano; período também viu as primeiras mortes no mar entre a Líbia e a Itália, rota onde morreram quase 3 mil migrantes e refugiados em 2015.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, agência parceira da ONU, afirmou que 18.872 migrantes e refugiados chegaram à Europa pelo mar nos primeiros 11 dias de 2016.

O número representa uma média diária de 1,7 mil pessoas.

Mortes

Segundo a agência, o período também viu “as primeiras fatalidades do ano” no Mediterrâneo, entre a Líbia e a Itália, uma rota onde morreram quase 3 mil migrantes e refugiados em 2015.

O porta-voz da OIM em Roma, Flavio Di Giacomo, afirmou que na segunda-feira, autoridades italianas em Santa Maria di Leuca, na região de Apúlia, recuperaram o corpo de uma mulher afogada.

Violência

Ela supostamente foi jogada ao mar por contrabandistas, junto com 37 outros migrantes somalis que chegaram em segurança à costa, vindos na mesma embarcação.

Até oito migrantes continuam desaparecidos. Segundo Di Giacomo, outros 220 foram resgatados no mar a caminho da Itália durante o período.

Estimativas da OIM são de um total de 18.872 chegadas à Europa pelo mar, entre 1º e 11 de janeiro de 2016, e 53 mortes.

Leia Mais:

OIM: 46 desaparecidos ou mortos no Mediterrâneo em 2016

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud