Entrevista: Portugal na celebração dos 70 anos de sessões da Assembleia Geral

11 janeiro 2016

Manter ativo o papel português da Assembleia Geral e realçar a importância da ONU são apostas de Portugal no órgão, que no dia 10 de janeiro assinalou 70 anos após a realização da sua primeira sessão.

As declarações foram feitas, esta segunda-feira, em Nova Iorque pelo embaixador português junto às Nações Unidas, Álvaro Mendonça e Moura.

Foi há 60 anos que o país aderiu à organização. Em 1995, o português Diogo Freitas do Amaral presidiu o principal órgão que toma as decisões da organização que os países são obrigados a cumprir.

Mendonça e Moura considera que este momento é para celebrar avanços feitos pelos 193 países-membros.

O diplomata quer que seja aproveitada a atual dinâmica para realizar entendimentos internacionais alcançados em 2015. Entre eles está a Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável e os acordos sobre mudança climática e  financiamento do desenvolvimento.

Acompanhe a entrevista à Rádio ONU.

Duração: 04'37".

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud