Conselho de Segurança faz reunião de emergência sobre Coreia do Norte
BR

6 janeiro 2016

País afirma ter feito com sucesso um teste com uma bomba de hidrogênio; Aiea disse que se confirmado, isso representa uma violação das resoluções da ONU; a CTBTO declarou que teste “é uma grave ameaça à paz e à segurança”.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança realiza esta quarta-feira reunião de emergência para discutir o teste com bomba de hidrogênio anunciado pela Coreia do Norte.

O país disse ter feito com sucesso o primeiro teste com uma miniatura da bomba H, que é muito mais poderosa do que uma bomba atômica.

Violação

O chefe da Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, Yukiya Amano, afirmou que se confirmado, isso representa uma clara violação das resoluções do Conselho de Segurança e é “profundamente lamentável”.

Amano pediu que a Coreia do Norte implemente todas as resoluções adotadas pelo Conselho e pela Aiea.

Segundo ele, a agência da ONU continua pronta para ajudar numa solução pacífica da questão nuclear nortecoreana. A meta é retomar o sistema de verificação das atividades nucleares do país assim que for alcançado um acordo entre todas as nações envolvidas nesse processo.

Ameaça

O chefe da Comissão sobre o Tratado de Proibição de Testes Nucleares, Ctbto, Lassina Zerbo, afirmou que “as estações de monitoramento detectaram um evento sísmico incomum na Coreia do Norte”.

Segundo ele, o local é o mesmo onde foi realizado outro teste em fevereiro de 2013.

Zerbo disse que “se confirmado como um teste nuclear, a ação representa uma grave ameaça à paz e à segurança internacionais”.

Ele pediu ao governo nortecoreano que não realize mais testes e que assine, junto com outros 183 países, o Tratado de Proibição de Testes Nucleares.

O tratado proíbe todas as explosões nucleares. O documento vai entrar em vigor assim que for assinado e ratificado pelos oito países restantes com tecnologia nuclear: China, Egito, Coreia do Norte, Índia, Irã, Israel, Paquistão e Estados Unidos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud