Ban preocupado com processo eleitoral no Haiti
BR

5 janeiro 2016

Secretário-geral pediu as autoridades e políticos que resolvam suas diferenças o mais rápido possível; chefe da ONU quer que eles garantam a conclusão do processo eleitoral de forma transparente, inclusiva e confiável.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, expressou preocupação esta terça-feira com os acontecimentos políticos no Haiti relacionados ao processo eleitoral.

Ban fez um apelo às autoridades e políticos para que resolvam as questões pendentes e assegurem a conclusão do processo eleitoral de forma transparente, inclusiva e confiável.

Importância

O chefe das Nações Unidas lembrou que o Parlamento haitiano não está funcionando desde janeiro de 2015.

Ele reforçou a importância do início de uma nova legislatura dentro do período constitucional determinado.

Ban disse que isso é necessário para garantir a renovação das instituições democráticas e para consolidar a estabilidade política no Haiti.

O país conseguiu realizar dois turnos das eleições em 9 de agosto e 25 de outubro. A última fase das eleições presidenciais e parlamentares, que estava marcada para 27 de dezembro foi adiada e não foi marcada uma data alternativa.

Anteriormente, o Conselho de Segurança já tinha pedido a todos os candidatos e partidos políticos para se comprometerem publicamente com o processo eleitoral e com a formação do governo, respeitando o cronograma constitucional, que prevê que o novo presidente tome posse em 7 de fevereiro.