Ban diz que solidariedade global deve ser inspiração contra desafios
BR

20 dezembro 2015

Secretário-geral fez a declaração para marcar o Dia Internacional da Solidariedade Humana este domingo 21 de dezembro; ele quer que o mundo reafirme o sentimento comum de humanidade e crie um futuro melhor para todos.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que o espírito global de solidariedade deve inspirar a resposta coletiva mundial aos desafios que a humanidade enfrenta.

A declaração de Ban foi feita para marcar o Dia Internacional da Solidariedade Humana, comemorado este domingo, 20 de dezembro.

Agenda 2030

Segundo ele, os líderes mundiais expressaram poder de decisão em buscar progresso e prosperidade com a adoção da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Para Ban, o acordo de Paris sobre mudança climática representa outro importante marco para o planeta e seus habitantes.

O chefe da ONU disse que essas conquistas foram motivadas por dois objetivos complementares: “não deixar ninguém para trás” e “construir uma vida digna para todos”.

Sofrimento

O secretário-geral explicou que “isso se torna mais verdadeiro ao lidar com o sofrimento de um número recorde de pessoas no mundo forçadas a abandonar suas casas e comunidades”.

Ban declarou que muitos tiveram de fugir de extremistas violentos e acabaram sendo vítimas novamente de xenofobia, discriminação e abuso.

Segundo ele, todos, de forma coletiva, devem combater os que geram qualquer tipo de medo. O chefe da ONU disse que “ajudar as pessoas mais vulneráveis acaba elevando a todos”.

Ban lembrou que no momento em que a diversidade está sob violento ataque verbal em várias partes do mundo, é importante usar o Dia Internacional da Solidariedade Humana para reafirmar  a humanidade comum, defender os valores que todos compartilham e criar um futuro melhor para todos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud