Governo do Iémen e rebeldes concordam na retoma da ajuda humanitária a Taiz

17 dezembro 2015

Acordo marca terceiro dia dos encontros entre as partes do conflito; sessões decorrem na Suíça; ONU anunciou chegada de suprimentos a serem distribuídos durante os próximos dias em várias cidades.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

No terceiro dia das negociações de paz sobre o Iémen na Suíça, os participantes chegaram a um acordo que permite a retomada total e imediata da assistência humanitária à cidade de Taiz.

As conversações são mediadas pelo enviado especial do secretário-geral da ONU para o país, que considerou o pacto "um passo importante que vai garantir ações imediatas para aliviar o sofrimento humano e lutar contra o terrorismo".

Ação Humanitária

Ismail Ould Cheikh Ahmed declarou que o entendimento também irá garantir o caráter neutro e imparcial da ação humanitária. Cerca de 24 elementos participam nas discussões entre o governo e os rebeldes.

As Nações Unidas anunciaram a chegada de um grande comboio da organização aos distritos mais afetados de Taiz com suprimentos essenciais. A distribuição da assistência aos necessitados deve ocorrer nos próximos dias.

Centros Urbanos

A ONU destaca que o auxílio humanitário também deve chegar a centros urbanos como Hajja, Saada e outros onde há necessidades.

Após felicitar os participantes, o enviado da ONU encorajou as partes a trabalhar em outros acordos sobre medidas para permitir acesso rápido, seguro e sem obstáculos das agências aos necessitados de todas as províncias.

*Apresentação: Denise Costa.

Leia Mais:

ONU anuncia fim das hostilidades e início das negociações de paz no Iêmen

15 milhões de pessoas precisam de assistência de saúde no Iêmen

Conversações sobre o Iémen arrancam “em local não revelado e em privado”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud