COP21: Ministros africanos promovem conferência sobre meio ambiente
BR

6 dezembro 2015

Secretário-geral diz que engajamento dos líderes da África é essencial para garantir um acordo ambicioso no encontro, porque continente é muito vulnerável aos efeitos da mudança climática; Ban lista quatro pontos para o sucesso.

O secretário-geral da ONU participou neste domingo, em Paris, da Conferência Ministerial Africana sobre o Meio Ambiente. O encontro foi ligado à Conferência da ONU sobre Mudança Climática, COP21.

Ban Ki-moon explicou que a África está particularmente vulnerável aos efeitos da mudança climática e muito da economia do continente depende dos recursos naturais.

Alimentação

Aos ministros africanos, Ban elogiou ações de alguns governos ligadas a práticas agrícolas adaptadas à mudança climática e que estão reduzindo emissões. Por outro lado, rompimentos em fontes de comida ou de água geram sérios riscos para a estabilidade econômica de países frágeis.

O chefe da ONU disse que por meio da cooperação, países e regiões podem acelerar a transformação para economias com baixas emissões de gases de efeito estufa e resilientes ao clima.

Sucesso

Ban Ki-moon citou quatro pontos quem são chave para a África combater a mudança climática: adaptação, diferenciação, ambição para que a temperatura média global não suba além de 2 graus Celsius e financiamento.

A COP21 segue até o dia 11 de dezembro e no sábado, foi apresentado o rascunho do acordo final que deve ser finalizado e aprovado neste semana.

.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud