El Niño obrigou fundo da ONU a liberar verba para apoiar milhões de pessoas
BR

2 dezembro 2015

Fundo Central de Resposta de Emergência forneceu neste ano US$ 76 milhões para combater secas, cheias e desastres relacionados ao fenômeno; países da África, da Ásia e da América Central foram beneficiados.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo Central da ONU de Resposta de Emergência, Cerf, anunciou que já liberou este ano US$ 76 milhões para ajudar populações afetadas pelo El Niño.

O dinheiro serviu para ajudar na resposta a secas, enchentes e outros desastres ligados ao fenômeno que ocorreram em países da África, das ilhas do Pacífico, do sudeste asiático e da América Central.

Segundo a ONU, milhões de pessoas foram afetadas pelo El Niño ao longo de 2015. São populações que continuam correndo riscos por causa do clima extremo, como chuvas abaixo do normal em algumas áreas e cheias em outras regiões, previstas para 2016.

Impactos

Os efeitos do El Niño contribuem para o aumento da insegurança alimentar devido às colheitas fracas e aumento dos preços dos alimentos; maiores índices de desnutrição, perdas para os criadores de gado e deslocamento forçado de famílias.

Até o início de dezembro, o Cerf já forneceu US$ 25,5 milhões para a Etiópia, US$ 10.5 milhões para Mianmar, quase US$ 10 milhões para o Malaui. Outros países ajudados foram Coreia do Norte, El Salvador, Eritreia, Haiti, Honduras, Somália e Zimbábue.