Base da ONU no Mali é atacada
BR

28 novembro 2015

Missão das Nações Unidas no país informou que três pessoas morreram: dois soldados das tropas de paz e um funcionário civil contratado; Minusma disse ainda que 20 ficaram feridos.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Missão da ONU no Mali, Minusma, afirmou que três pessoas morreram, dois soldados das tropas de paz e um funcionário civil contratado durante ataque à base da organização no país.

Segundo a Minusma, a ação realizada este sábado deixou 20 pessoas feridas, sendo quatro em estado grave.

Morteiros

O governo da Guiné confirmou que os militares mortos eram cidadãos guineenses.

A Missão da ONU afirmou que o ataque com morteiros contra a base da organização em Kidal, no norte do país, ocorreu às quatro da manhã, horário local.

Até o momento, nenhum grupo assumiu responsabilidade pela ação apesar de militantes islâmicos terem participado de ataques anteriores no país.

Atentados

O Mali tem sofrido uma série de atentados terroristas nos últimos tempos, o mais recente aconteceu na semana passada contra um hotel na capital, Bamako, que deixou 19 pessoas mortas.

O chefe da Minusma, Mongi Hamdi, condenou o ataque e disse que a ação não vai impedir a determinação da ONU em apoiar o povo e o governo do Mali durante o processo de paz.

A força de paz da Minusma possui aproximadamente 10 mil soldados, a maioria de países do oeste da África.

Leia Mais:

Ban condena ataque que matou um funcionário da ONU no Mali

Combate ao terrorismo é foco do comitê para eliminação do racismo

Ban condena ataque terrorista que matou pelo menos 18 no Mali

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud