FAO lança novas diretrizes para manter recursos genéticos

24 novembro 2015

Origem de 60% da energia para corpo humano inclui arroz, trigo, milho, painço e sorgo; agência defende ajuste às mudanças climáticas pela falta de um acordo de países  sobre biodiversidade agrícola e estratégias de adaptação.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Foram lançadas esta terça-feira novas diretrizes para conservar e garantir a sustentabilidade de recursos genéticos, no âmbito da preparação da Conferência das Partes da Convenção Quadro da ONU sobre Mudança Climática, COP 21.

A publicação foi apresentada, em Roma, pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO. A agência afirma que pretende um ajuste dos países aos "tempos das mudanças climáticas".

Produção

As orientações envolvem elementos como plantas, animais, florestas, recursos aquáticos, micro-organismos ou invertebrados pelo seu papel na produção alimentar e agrícola.

De acordo com o Grupo Intergovernamental de Especialistas sobre Alterações Climáticas, se as tendências atuais das mudanças continuarem os rendimentos de culturas básicas vão diminuir em um quarto até 2050.

Energia

A FAO considera urgente organizar e implantar recursos genéticos porque apenas cinco culturas de cereais fornecem ao corpo humano cerca de 60% de toda a energia através da dieta. Trata-se do arroz, do trigo, do milho, do painço e do sorgo.

A agência disse que ainda não há uma abordagem comum adotada pelos países para integrar a biodiversidade agrícola nas suas estratégias de adaptação às alterações climáticas, daí a nova série de orientações para cobrir essa lacuna.

Desafios

A FAO destaca que num momento em que os recursos genéticos estão ameaçados pelas mudanças do clima, a sua composição as torna peças essenciais para  enfrentar futuros desafios.

Para ilustrar como a genética dessas formas de vida permite uma adaptação a várias condições, a FAO cita o exemplo de  sementes que podem vir a tolerar o frio, as inundações ou a aridez do solos.

Leia Mais:

Chuvas e ciclones podem causar invasão de gafanhotos em África

FAO lança Ano Internacional das Leguminosas 2016 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud