Mulheres estão a liderar a recuperação do Mali

11 novembro 2015

Afirmação é do diretor de operações humanitárias da ONU; John Ging acaba de retornar do país que passou por um conflito violento; representante fala numa nova era de oportunidades.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O diretor de operações humanitárias das Nações Unidas acaba de retornar do Mali, que considerou estar a entrar numa “era de oportunidades”.

John Ging fez uma balanço da sua visita oficial ao país africano, que enfrentou um golpe militar em 2012. Com a violência, milhares de civis abandonaram suas casas e mais de 3 milhões de pessoas ainda necessitam de assistência humanitária no país.

Resiliência

Mas são as mulheres que estão a liderar as mudanças no Mali e a ter um papel central na recuperação do país. A declaração de Ging foi feita à Rádio ONU.

O diretor de operações do Ocha explicou que as malianas foram uma parte muito resiliente da sociedade mesmo num período de bastante tensão, a fazer referência sobre a época dos conflitos.

John Ging disse que as mulheres estão a liderar os esforços de recuperação e citou como exemplo a situação na área nortenha de Timbuktu, onde estão envolvidas em várias atividades nas suas comunidades.

Saúde

Como resultado do recente acordo de paz , quase 423 mil malianos já retornaram ao país, mas ainda existem 136 mil refugiados em outras nações e 61 mil deslocados internos.

A desnutrição aguda está acima de 17,5% em algumas partes do país, como em Timbuktu. John Ging destaca que os investimentos são essenciais neste momento e apenas 33% do plano humanitário para o país já foi financiado. Outro ponto importante é combater a prática da mutilação genital feminina, com uma prevalência de 89% entre as malianas.

Leia Mais:

Níger acolhe recorde de refugiados malianos desde 2012

Mali: especialista independente sobre direitos humanos conclui visita ao país

Para enviado da ONU, processo de paz “volta aos trilhos” no Mali

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud