Missão da ONU condena assassinato de sete civis no Afeganistão
BR

11 novembro 2015

Crimes ocorreram na província de Zabul, no sul do país;  representante especial do secretário-geral afirmou que o “assassinato deliberado de reféns civis, incluindo mulheres e crianças, é particularmente repugnante”.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A Missão de Assistência das Nações Unidas no Afeganistão, Unama, condenou nesta quarta-feira o assassinato de sete civis, incluindo duas mulheres, uma menina e dois meninos, por indivíduos contra o governo.

Os crimes ocorreram na província de Zabul, no sul do país. O órgão expressou condolências às famílias das vítimas.

Sequestro

Segundo a Unama, os sete civis foram sequestrados no mês passado e mortos entre 6 e 8 de novembro no distrito de Arghandab.

Confrontos armados foram relatados no local entre dois grupos rivais antigovernamentais.

Direito Internacional

O representante especial do secretário-geral da ONU para o Afeganistão, Nicholas Haysom, afirmou que o “assassinato deliberado de reféns civis, incluindo mulheres e crianças, é particularmente repugnante”.

A Unama lembra que o sequestro e o assassinato de civis são graves violações do direito internacional.

Leia Mais:

Funcionária da ONU é assassinada no Afeganistão | Rádio das Nações Unidas

Missão da ONU deplora ataque em jogo de vôlei no Afeganistão | Rádio das Nações Unidas

Violência vai tornar-se mais intensa no Afeganistão em 2015, prevê enviado | Rádio das Nações Unidas

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud