Líbia: Unicef apoia assistentes para lidar com crianças em conflito com a lei

11 novembro 2015

Menores compõem 40% dos milhões de cidadãos que carecem de algum tipo de apoio no país; objetivo de formação foi promover justiça e direitos infantis; agência da ONU quer atenção especial para vítimas ou testemunhas.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, anunciou a formação de dezenas de assistentes sociais para a promoção de justiça para crianças líbias.

O foco das sessões realizadas na Tunísia foram conhecimentos sobre princípios fundamentais da prática. O apoio dado aos 38 participantes incluiu as melhores maneiras para lidar com casos de menores em conflito com a lei.

Violência

De acordo com as Nações Unidas, as crianças formam cerca de 40% dos 2,4 milhões de líbios que precisam de alguma forma de assistência e proteção.

Milhares de menores estão sujeitos a várias formas de violência e de exploração, no país marcado por confrontos armados e pela instabilidade política desde 2011.

Cerca de 270 mil crianças carecem de apoio psicossocial por estarem expostas à violência relacionada ao conflito armado nas cidades de Trípoli e Bengazi, as maiores da Líbia.

Necessidades

A agência da ONU apoia as autoridades locais na criação de um sistema de justiça que responda às necessidades das crianças e que esteja em linha com a Convenção sobre os Direitos da Criança, ratificada pelo país do norte de África.

A representante do Unicef na Líbia, Ghassan Khalil, disse que os assistentes sociais são essenciais para a defesa dos direitos infantis em geral, especialmente aos menores em situação de vítimas ou testemunhas.

Os participantes na formação foram selecionados pelas autoridades líbias, onde o primeiro modelo da Unidade de Família e de Proteção à Criança apoiado pelo Unicef foi aberto na cidade de Az-Zawiyah.

*Apresentação: Alexandre Soares.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud