Começa primeiro fórum sobre inovação para crianças

9 novembro 2015

Capital da Finlândia abriga cimeira sobre como propostas inovadores podem acelerar progressos para os menores mais vulneráveis do mundo; evento promovido pelo Unicef ressalta papel dos sectores tecnológico e privado.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Está a decorrer a partir desta segunda-feira a primeira Cimeira de Inovações Globais para Crianças e Jovens. O encontro é promovido pelo Fundo da ONU para a Infância, Unicef, e pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros da Finlândia.

A capital do país, Helsinki, recebe mais de 500 representantes de governos, sector privado, agências da ONU, empresários e inovadores. No evento de dois dias, é discutido como levar “produtos importantes a 1 mil milhão de pessoas” e quais oportunidades da tecnologia terão os maiores impactos nas crianças daqui a cinco anos”.

Tecnologia Móvel

É discutido como a inovação pode ser integrada a organizações resistentes a mudanças e como preparar para desafios. Outra pergunta a ser respondida pelos participantes é como as tecnologias do futuro poderão mudar a maneira como se trabalha e como utilizar a tecnologia móvel durante emergências.

O Unicef lembra que o mundo está mais perto do que nunca de cumprir com as promessas feitas para as crianças. Mas são necessárias “ideias frescas” para garantir que os menores excluídos da sociedade ou mais vulneráveis também usufruam de seus direitos.

Soluções

A cimeira busca discutir como garantir projetos inovadores para as crianças do mundo e acelerar progressos para as menos favorecidas. Segundo o governo da Finlândia, as inovações têm papel importante para resolver problemas dos países em desenvolvimento.

Produtos inovadores são necessários e podem beneficiar as crianças mais vulneráveis. Neste sentido, a cimeira busca avaliar novas soluções que podem beneficiar os menores.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud